ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Mensagens Levítico 4 - A oferta pelo pecado

Levítico 4 - A oferta pelo pecado

>> Deus é o único médico de nossa alma
>> Deus é a fonte da vida
>> Levítico 3 - A oferta de comunhão
>> Gratidão: Segredo que move o coração de Deus
>> Levítico 2 - A Oferta de Cereal

Concluiremos a série de mensagem sobre as ofertas em levítico falando sobre o sacrifício oferecido ao senhor pelo pecado. Já comentamos que o pecado gera a morte. É a consequência inevitável que o transgressor sofre. É só verificar em Romanos 3.23 “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor".

Vamos observar as quatro classes de pessoas que cometem pecados que estão relacionadas aqui em Levítico.

1 - O SACERDOTE UNGIDO:

Este é o primeiro da lista e é justamente o que cuida das coisas espirituais, aquele que tem o conhecimento de Deus e do certo e o errado, (ou deveria ter).

Alguém poderia argumentar: este não deveria pecar, uma vez que é o líder religioso e as pessoas andam nos seus passos. Mas, ele tem algo em comum com todos os homens: é humano e falho nas suas ações de obedecer e agradar a Deus em todas as coisas. Por isso ele é o primeiro.

Recai sobre a liderança espiritual essa grande responsabilidade de andar nos padrões estabelecidos por Deus, sabendo que atrás de si tem uma grande multidão na expectativa de seguir seu exemplo.

2 - TODA A COMUNIDADE:

Este pecado é aquele que toda nação comete. É o pecado coletivo. Essa transgressão leva toda a nação a ruína, a miséria, desgraça e pobreza. Quando uma nação se volta para Deus e confessa seus pecados, o Senhor estende suas mãos para abençoar. Na Bíblia, leiamos o Salmo 144.

3 - UM LÍDER:

Os reis e governantes também pecam contra Deus e quando são conscientizados devem se prostrar diante de Deus confessando seus pecados. Um exemplo bíblico é o pecado de Davi, quando cometeu adultério com Bate Seba. Na ocasião o profeta Natã o conscientizou do seu erro e o levou a confessar seus erros perante Deus.

4 - QUALQUER PESSOA:

Uma pessoa comum da sociedade. Vemos com isso que, para Deus não tem classe social. Pecado é sempre pecado e todos estão sujeitos a cometê-los.

Para todas essas pessoas se livrarem do pecado era necessário cumprirem todo ritual explicado na lei, só assim poderiam, através da morte de um animal, ter o seu pecado perdoado.

O PERFEITO SACRIFÍCIO:

Desde a antiguidade as pessoas sempre ofereceram presentes a seus deuses. Quem sabe como forma de agradá-lo e assim afastar a suposta ira? O Deus verdadeiro e eterno também recebeu muitas oferendas. Desde o início, podemos ver na Bíblia, os filhos de Adão ofertando a Deus. E vimos aqui que o próprio Deus instrui a seu povo a forma correta de lhes fazer sacrifício.

Muitos animais foram mortos no lugar do transgressor, para livrá-los diante de Deus de seus atos pecaminosos. Mas esses sacrifícios eram insuficientes, sempre era necessário o derramamento de sangue. O homem precisaria de um sacrifício perfeito e eterno, pois, o pecado sempre está presente. O próprio Deus então fez sua oferta pelo pecado, enviando seu filho para ser sacrificado em nosso lugar. Leiamos Hebreus 9. 11-28.

Pr Israel Rezende
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
@prisraelrezende

Leia também:
Levítico 2 - A oferta de cereal
Levítico 3 - A oferta de comunhão



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"Andarei no meio de vós, e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo." Levítico 26:12

[Inclua em seu site]



 


Publicidade